Preparado para o Campeonato Brasileiro de 2019? Já teremos jogos esse final de semana e a abertura será amanhã, às 16h, entre São Paulo e Botafogo. E, para isso, o jornal espanhol ‘AS’ separou dez promessas do futebol brasileiro que os espanhóis já estão de olho.

Nós, do F4L, fomos além e acrescentemos mais alguns que poderão se destacar nesse Brasileirão 2019. Confira esse listão dessa molecada que poderá mexer com os nossos corações:

Rodrygo (Santos)

Jovem, de 18 anos, já assinou um pré-contrato com o Real Madrid, e se despedirá do Santos após o Brasileirão. Não teve um desempenho esperado na seleção sub-20, mas voltou para a equipe e já se mostrou importante no Paulista. Foi fundamental, fazendo gols e assistências com uma ótima visão de jogo.

Jean Pyerre (Grêmio)

Com 20 anos, o meia é rápido e já nos mostrou no estadual uma grande evolução tática e objetiva, fazendo gol, até mesmo, na Copa Libertadores contra o Rosario Central. É um concorrente forte de Luan, que o ajuda dando conselhos sobre como entrar na área e fazer gols.

Reinier (Flamengo)

Tratado como uma das maiores promessas da base, o meia do Flamengo ainda não estreou no time profissional, mas a torcida tem muita expectativa em relação ao seu futebol. Com ótimo poder de finalização, ele foi campeão da Copa do Brasil sub-17, se destacando, e é o único com menos de 18 anos inscrito na Libertadores.

Pedro (Fluminense)

Com 21 anos, o atacante do Fluminense teve uma lesão grave no joelho em agosto passado e não pode atuar na vitória sobre o Santa Cruz, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Até antes de se machucar, havia sido chamado por Tite para a seleção. Também houve um interesse do Real Madrid.Pelo seu físico e capacidade de domínio de bola em espaços apertados, já foi comparado ao craque sueco Ibrahimovic.

Caio Henrique (Fluminense)

Meia de 21 anos, pertence ao Atlético de Madrid, e já está projetando um título nacional com o Fluminense e uma vaga na Copa do Brasil. Atuou muito bem no estadual com o treinador Fernando Diniz e espera ser lembrado por Tite. Já vem fazendo boas partidas por ser um jogador habilidoso,muito versátil e canhoto. Acabou conquistando a torcida do time carioca e, quem sabe, pode conquistar o Brasil após uma provável ligação do treinador da seleção.

Antony (São Paulo)

Com 19 anos, o atacante canhoto do tricolor foi um dos mais proeminentes da conquista da Copinha, em janeiro. Após ser essencial para o time levantar a taça, já integrou o time principal. Titular no time, ele foi decisivo na segunda fase do Paulistão e chegou a marcar na final contra o Corinthians. Ele se destaca por sua habilidade, velocidade e boa chegada à grande área.

Luan (São Paulo)

Também com 19 anos, o volante já participou de sete jogos do Brasileirão passado e tem sido fundamental para o time. Com um belo posicionamento, ele trabalha muito bem na marcação e na posse de bola no centro. Ele é bastante comparado com Ralf, do Corinthians. Ele teve um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda na final do Paulista e ficará um tempo fora da equipe.

Marrony (Vasco da Gama)

O meia atacante de 20 anos teve um crescimento profissional extraordinário nos últimos meses. Titular inquestionável, o jogador é um dos destaques da equipe Sub-20 e uma das promessas da categoria.Ele consegue aliar a sua altura (1m 84cm) e a velocidade, fazendo muitos gols no ano passado. Recentemente, assinou uma renovação e elevou sua cláusula de rescisão para 35 milhões de euros.

Tiago Reis (Vasco da Gama)

Um dos grandes destaques do time no vice-campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o atacante passou a ganhar oportunidades durante o Estadual. Com uma boa média de gols, chegou a ser titular durante a campanha. Sua estreia no Brasileirão pode acontecer logo na primeira rodada,contra o Athletico Paranaense, fora de casa. “Deixa o menino brincar”!

Pedrinho (Corinthians)

O jogador de 21 anos, não foi titular do time no estadual, mas é parte fundamental do título do Paulista. O ala aproveita é ousado em todos os minutos que está entre as quatro linhas e demonstra ter uma boa velocidade. Só precisa melhorar a conclusão ao gol, que deve ser o seu maior desafio para conquistar seu objetivo. Se isso acontecer, o menino tem tudo para se tornar uma das revelações do campeonato nacional.

Fabricio Oya (Corinthians)

Figura conhecida entre os torcedores que acompanhamos jogos no Terrão, o meia vive a expectativa de sua estreia no Brasileirão. O jogador fez sua primeira partida como profissional durante o estadual, depois de integrar o grupo que disputou a Copinha. Dono de futebol refinado, ele é um camisa 10 com boa finalização e precisão nos passes.

Guga (Atlético Mineiro)

Com 20 anos, o lateral-direito chegou ao Galo no final do ano passado, após ter sido peça fundamental na subida do Avaí para a primeira divisão do Brasileiro. Até mesmo, o clube espanhol Sevilla estava interessado em seu futebol. Mesmo com a equipe não tendo um bom desempenho nesse começo de ano, ele jogou, como titular ou até mesmo entrando no decorrer do tempo em todos os jogos da Libertadores.

Emerson (Atlético Mineiro)

O lateral de 19 anos fez uma boa primeira temporada no clube e foi uma das principais revelações do Brasileirão do ano passado. Conhecido da torcida nesse ano, o jogador tenta se afirmar de vez no time nessa temporada,ao mesmo tempo em que chama a atenção de alguns clubes europeus.

Ramires (Bahia)

Com dezoito anos, o meia do tricolor baiano, após superar a perda do pai em 2016, subiu para o profissional no ano passado e já ganhou espaço no clube no segundo semestre. Ele teve um bom desempenho, desperta o interesse de outras equipes, como o Corinthians e o Flamengo.

Soteldo (Santos)

O venezuelano de 21 anos começou sua carreira no Brasil com algumas dificuldades. Mas sempre mostrou para o torcedor que é diferente, seja nas assistências, dribles ou chutes a gol. Apesar de ser novo, o jogador já atuou três temporadas na Venezuela e duas e meia no Chile. Além disso,  foi vice-campeão no Mundial Sub-20, disputado em 2017.

Gabriel Verón (Palmeiras)

Mesmo com nome de um craque argentino, o atacante de 16 anos é brasileiro e é mais um fruto da Academia de Futebol. Foi um dos principais jogadores da Seleção Brasileira durante o Sul-Americano Sub-17, no Peru, e pode vir como uma ótima surpresa durante o Brasileiro. Com um futebol maduro, mesmo com pouca idade, tem uma ótima infiltração e sabe driblar os marcadores.