É com muita tristeza que todos nós, independente de gostar ou não de futebol, já começamos a manhã dessa sexta-feira (8) com uma notícia que nos deixa sem palavras. Um incêndio atingiu parte de uma estrutura do CT Ninho do Urubu,onde estavam hospedados alguns garotos das categorias de base do Flamengo.

Foram confirmadas dez mortes e três feridos, um deles em estado grave (jogadores entre 14 e 15 anos de idade). Algumas informações apontam que o incêndio aconteceu após uma pane elétrica de um ar-condicionado instalado no alojamento, montado em uma estrutura provisória formada por contêineres.

https://twitter.com/F4L/status/1093868763991236608

Hoje é um dos dias mais tristes da história do futebol brasileiro. Um dia onde todos os seres humanos, com empatia ao próximo, estão em completo choque. Uma tragédia que interrompe sonhos precisa ser, obrigatoriamente,investigada a fio para averiguar as causas precisas e a responsabilidade do clube. Um comunicado oficial da Prefeitura do Rio de Janeiro especifica que: “no projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento”.

Esse caso também coloca uma enorme atenção sobre as condições de alojamento de jogadores de base espalhados por clubes de todo o Brasil. Solidariedade nesse momento é importante, mas é preciso que os familiares das vítimas sejam assistidos da melhor forma possível. Mas deixo uma pergunta: vale tudo para revelar jogadores e faturar com uma venda futura?

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro cancelou os jogos das semifinais que aconteceriam amanhã e remarcou para quarta e quinta-feira. Uma coisa já é certa: enquanto todos estiverem em luto, a bola não pode rolar!

Toda equipe F4L deseja a todos os familiares e amigos das vítimas muita fé nessa hora de total tristeza. Nossos sentimentos!

https://twitter.com/FFERJ/status/1093890378825191425